quarta-feira, 22 de setembro de 2010

MEU MAIOR MEDO...

          Quando a porta se abre e os nossos olhares se cruzam, meu corpo treme, não sei dizer realmente o que sinto, sei que passa longe de amor, mais também não é só um desejo fútil de minha parte,  porém também não é paixão, aquela coisa avassaladora que me faz suar a mão ao ter  que te comprimentar. É também difícil saber o que sentir e por quem sentir, porque não gostar do ar, das flores, de um belo sorriso, Coisas que sempre o terei, e de alguma forma, sempre me farão bem, e a mesma senssação de inicio de namoro continuará para sempre.
          Quando chego perto de ti, todo aquele receio de você perceber o meu nervosismo se vai, e um leve sorriso, totalmente envergonhado brota  em meu rosto, penso a cada dia como será quando você perceber que pra mim o nosso relacionamento passa de amizade, e esse é o meu maior MEDO...

Nenhum comentário:

Postar um comentário