domingo, 8 de julho de 2012

Por muito tempo tanta coisa se perdeu dentro das minhas recordações, Onde havia amizade, hoje há rancor. Onde havia carinho, hoje há só dor. Porém onde havia amor, habita amor pra sempre, mesmo que não esteja por completo como era, este amor dentro de mim me faz viajar por terras distantes, me faz flutuar sobre as águas, perco o sono, perco o ar, e ao mesmo tempo, este amor, devolve-me a vida, que há tanto tempo me foi roubada por seu amor. "Seu amargo e venenoso amor."

por Ingrid Lowshen

domingo, 17 de junho de 2012

"Não sou forte o tempo inteiro e não gosto de admitir isso, então não espalha. Eu sou fraca às vezes. Muitas vezes. Sou frágil e estou frágil agora. Tenho passado momentos não tão incríveis, não tão legais. Sei que vou superar, mas nem sempre acho força, então me fecho. Não quero ajuda de ninguém, sou uma filha da puta orgulhosa que não sabe pedir colo, quero que adivinhem. E eu preciso muito agora de alguma ajuda, uma mão na cabeça, alguém que esteja ao meu lado. Luto contra um ego chato, que muitas vezes me passa a perna. Tem dias que me acho o máximo, em outros me acho um lixo. Mas sei que mulheres são assim.” 


                                    Clarissa Corrêa

terça-feira, 22 de maio de 2012

        
         
            Ontem enquanto estive deitada, pensei em tudo o que vivemos naqueles meses, chorei, sim, chorei, mas chorei de saudade, de querer ter você aqui, pra me abraçar e dizer que tudo vai ficar "bem" mesmo que seja só o meu período da tpm sobressaltando. Lembra aquele dia que nós estavamos olhando as estrelas e você disse que a que mais brilhasse seria minha estrela guia e que enquanto ela brilhasse você me amaria ? Eu lembro, lembro-me como se fosse hoje. Também lembro como olhava pra mim, Ah aquele olhar, que fazia eu me apaixonar perdidamente todos os dias, Todos os minutos que estavamos juntos, você dizia que eu era a garota mais sortuda do mundo, E eu concordava, com tudo que me dizia. Eu era sim a mais sortuda, te ter com certeza não era pouca coisa, e eu te perdi, assim, do nada, por nada, sem querer. Agora me encontro perdida dentro de mim, com saudade do seu beijo, do seu corpo, da sua voz, do seu sorriso, do seu cheiro que ainda não saiu do meu travesseiro, daquela camisa preta que eu te dei quando fizemos dois meses, você se lembra? tá aqui, com seu perfume, que só me faz sentir mais falta de você.    Não quero lhe pedir pra voltar, nem te magoar outra vez, só quero que me abrace e que me perdoe,  pois tudo que fiz foi por ciumes, por amor, um amor que vai ser eterno, um amor que é seu, e não tem outro jeito. Amor que vai me ligar a você pra sempre, pois enquanto aquela estrela brilhar, eu sei que ainda há chance da gente se reencontrar.


_Ingrid Lowshen

terça-feira, 20 de março de 2012



Parece complicado admitir o quanto meu coração tem dominado a mim. O quanto me sinto frágil e temida ao mundo. Nunca imaginei um silêncio com tantas palavras fundadas de mim, pra ferir a mim, e machucar sabe se lá quem. Mas eu quero, não que eu passaria por cima do mundo por ele, ou enfrentaria a todos, é um querer calmo, que dá pitadas de crescimento durante o dia em poucas horas. Que pode passar amanhã ou daqui a uns anos, mas , é um carinho, um conforto, um aconchego, é na verdade um te quero bem.

_ingridlowshen.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012




Baby, tanto a aprenderMeu colo alimenta você e a mimDeixa eu mimar você, adorar vocêAgora, só agora
Porque um dia eu seiVou ter que deixá-lo ir
Sabe, serei seu lar se quiserSem pressa, do jeito que tem que serO que mais posso fazerSó te olhar dormir
Agora, só agoraCorrendo pelo campoAntes de deixá-lo ir
Muda a estaçãoNecessários sãoVocê a florescerCalmamente, lindamente
Mesmo quando eu não mais estiverLembre que me ouviu dizerO quanto me importeiE o que eu senti
Agora, só agoraTalvez você percebaQue eu nunca vou deixá-lo irQue eu nunca vou deixá-lo irEu não vou deixá-lo ir . 
Pitty - só agora.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011





Não tem um minuto que eu não lembre o que você foi pra mim, o que é, e talvez o que será. Eu só queria que os caminhos tivessem sido diferente. Que tudo estivesse no mesmo lugar.               Mais a vida me negou você, negou-me nós, com um punhado em meu peito, me rachando por dentro como se fosse um nada. Porque? Porque nos tiram o que amamos como se não fosse fazer falta? Faz falta, faz muita falta, faz doer, faz chorar, faz, faz e somente nada faz...

terça-feira, 15 de novembro de 2011

          "Aprendi da maneira mais difícil que nada é como a gente quer. Que mesmo que eu ame, não o terei pra sempre. E por isso me entrego, me estrepo, me jogo, com toda a vontade desse mundo. Não nasci pra viver de meio-amor, eu quero tudo. Se te tenho por 5 minutos, deles quero te fazer a pessoa mais feliz nessa vida, te mimar, te brincar, te sorrir. Ser somente aquilo que mereces. "


Ingrid lowshen