terça-feira, 20 de março de 2012



Parece complicado admitir o quanto meu coração tem dominado a mim. O quanto me sinto frágil e temida ao mundo. Nunca imaginei um silêncio com tantas palavras fundadas de mim, pra ferir a mim, e machucar sabe se lá quem. Mas eu quero, não que eu passaria por cima do mundo por ele, ou enfrentaria a todos, é um querer calmo, que dá pitadas de crescimento durante o dia em poucas horas. Que pode passar amanhã ou daqui a uns anos, mas , é um carinho, um conforto, um aconchego, é na verdade um te quero bem.

_ingridlowshen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário